Destinos > Europa > Escandinávia

Escandinávia

A Escandinávia é uma região no extremo norte da Europa composta por Noruega, Dinamarca e Suécia. Os três países são conhecidos por suas histórias entrelaçadas pelo passado Viking, além de suas paisagens deslumbrantes. O nome da região etimologicamente significa "Ilha Perigosa", em função dos bancos de areia em volta da península escandinava. As belezas dos países escandinavos são muito comentadas, e a melhor época para conhecer a Escandinávia é de maio a setembro. Fora desses meses o frio e a neve dominam, e alguns passeios podem ficar mais difíceis, enquanto outros sequer são realizados. Por outro lado, se quiser esquiar e praticar esportes de inverno, pode ter certeza de que terá tudo isso a partir de outubro. Na Escandinávia, cada país tem sua moeda oficial. Coroas norueguesa, dinamarquesa e sueca. A Dinamarca é associada a um país de castelos, reis e rainhas, filmes, desenhos e histórias escolheram este viés para falar, ou pelo menos citar, essa terra escandinava. Também, pudera: basta visitar Copenhague para ver que tal fama não lhe foi dada à toa. A capital dinamarquesa reúne belos castelos, monumentos históricos e todo o glamour que se pede uma monarquia. A Dinamarca é o menor dos países nórdicos, toda a sua população é menos da metade da cidade de São Paulo. Desse território tão pequeno saíram, a partir do século XI, os vikings, que aterrorizaram a Europa. A principal atração turística do país é sua capital Copenhagen, que mescla construções antigas com prédios de design moderno. Tanto é assim que os dinamarqueses são reconhecidos internacionalmente por terem uma linha própria de design em TVs, relógios, móveis, entre outras coisas. Já na Noruega, o que mais impressiona é sua natureza de tirar o folego. Existe água por todos os lados, assim como árvores, com seus tons de verde intensos. Poucos países no mundo possuem tão vastas montanhas de neve eterna, vales de flores, lagos azuis e grandes fiordes. Estes últimos foram o grande atrativo para lordes da Inglaterra que, no séc. XIX, foram os primeiros turistas a desfrutar das paisagens e dos charmosos hotéis familiares da região. Aberta para o turismo, a Noruega possui boa infra-estrutura hoteleira, moderna rede de estradas e transportes públicos eficientes. E finalmente a Suécia, que para turistas, é um país rico em oportunidades; desde a beleza ártica do norte com o seu sol da meia-noite, aos castelos da província mais a sul "Skåne" com o seu sabor mais continental. Em Estocolmo não há nenhum monumento ou edifício de linhas arrebatadoras, parque histórico, igreja ou palácio que cause suspiros, pelo menos nada de fama internacional. Seu encanto está na harmonia do conjunto. Assentada em um grande arquipélago, onde canais de águas limpas zigue-zagueam sob pontes sem fim, a cidade transpira charme em suas lojas de design e na arquitetura ora medieval, ora vanguardista. Isso tudo faz os turistas caminharem mais lentamente para apreciar tal beleza.