Qatar

A pequena península que projeta-se do oeste da Arábia Saudita em direção ao Golfo Pérsico viu seu mundo mudar muito nos últimos quinze anos. As terras planas e desérticas do Qatar, quase inóspitas, eram povoadas por pescadores, criadores de pérolas e camelos até os anos 1940. A descoberta e a exploração do petróleo trouxe um afluxo de recursos que transformaria a paisagem de vez. Hoje o país tem um dos maiores PIB per capita do planeta e investe seus lucros para garantir seu futuro quando as jazidas de óleo e gás se esgotarem. Futura sede da Copa do Mundo de 2022, o Qatar vem criando estrutura e meios para tornar-se um polo cultural, educacional e tecnológico dentro do Oriente Médio, mais ou menos nos mesmos moldes que seus vizinhos dos Emirados Árabes Unidos. Com voos diários a partir de São Paulo, muitos brasileiros com destino a Tóquio, Shangai, Cingapura, Pequim, Melbourne, conhecem Doha apenas como um aeroporto de conexão. A capital do Qatar, contudo, merece mais que uma corrida às lojas isentas de impostos. A calma Doha de tempos atrás, é hoje uma metrópole frenética. Edifícios modernos combinam-se com museus de linhas vanguardistas, como o superlativo Museu de Arte Islâmica, considerado a maior jóia de Doha, inaugurado em 2008 - o maciço prédio de linhas retas, cercado de aguas verdes, foi projetado pelo arquiteto sino-americano I.M. Pei (o mesmo das pirâmides do Louvre). A
 religião oficial do Qatar é o Islã e os visitantes devem se vestir modestamente para não escandalizar os cidadãos locais. O Qatar tem uma atitude relativamente liberal para o consumo de álcool por não muçulmanos (em hotéis), mas é estritamente proibido trazer álcool ao país. São diversas as opções turísticas que a cidade oferece, como o Souq Waqif, o mercado do ouro, os shoppings centers e excelentes restaurantes. Para os mais corajosos uma boa opção é o passeio a bordo de um confortável veículo 4×4 pelas dunas do deserto. No fim do passeio, que pode ser feito de dia ou à noite, os visitantes podem saborear uma típica refeição árabe em tendas à beira do golfo. Os mais animados podem ainda dar um passeio no lombo de um camelo.